quinta-feira, 6 de março de 2008

Da série: Listando meus medos!

Tenho medo de coisas... Sim que não tem?? Faz parte, certo?? rsrs

Tenho medo de chuva. De chuva forte, quando não me sinto segura.. Engraçado, mas quando estou e/ou me sinto segura... chego a dormir como um anjo... Não sei como isso começou, mas basta uma chuiva mais forte e essa sensação de insegurança bater aaaffff... na verdade, na verdade é bem mais pela insegurança do que medo da chuva. Claaaro que se você estiver em um local com risco de desabamento e/ou enchente...

Tenho medo de filme de terror, daqueles que você termina de assistir, mas a sensação de estar vivendo nele continua. É ridículo, mas quando eu assisti aquele filme... como é mesmo... ah!! sim Sinais, esse mesmo ( estou avisando é ridículo) tive que assitir pela manhã, com as janelas abertas e quando o filme terminou... fiquei o dia todo com a sensação de luta e invasão... ok ok fiquei mais impressionada com as pessoas da vida real do que com o próprio filme...

Tenho medo de abelha. Não pela picada em si, mas pensa: e se ela se enrroscar no meu cabelo??? AIMEUDEUS....vouterquecortarcurtinhoevaificarhorríveleelavaipicarocourocabeludo... respira, respira....

Tenho medo de pisar no bueiro. Quando eu era criança, ouvia histórias de pessoas que pisaram numa tampa quebrada e cairam dentro dele. Tudo bem elas até eram socorridas, mas .... e os momentos de terror que elas viveram vendo aquele monte de esgoto (eca....) fluindo? E o cheiro? eca.. Eu sempre fiquei pensando quantos banhos são necessários para tirar esse cheiro horrendo do corpo, do cabelo.... eca (arrepio)....

Tenho medo de envelhecer... não pelas rugas, nem pela flacidez muito menos pela idade. Nem por me tornar usuária do banco cinza, nem mesmo por ter atendimento preferencial na fila do mercado ou no estacionamento do shopping.... Mas é um medo de envelhecer como uma casca de maracujá. Seca. Sem história para contar, sem experiência para dividir, sem causos, sem amores, apenas algumas lembranças fadadas ao desaparecimento... seja pelo Parkinson, seja pela esclerose... ou pela própria ação do tempo, mesmo.

Envelhecer sozinha, sem amigos, sem família, morrer em apartamento cheio de gatos, sem que ninguém se dê conta ou sinta a sua falta. Te encontrarão pelo mal cheiro, isso sim.... que trágico não é? É. É sim. Também é a insegurança. É o medo de arriscar, de levar um fora de um garoto (aaafff), o medo de ficar desempregada, medo de encarar a morte de quem você tanto ama...medo de perder aquilo que você achava que tinha, medo de perceber que todo o encantamento, não passou de uma ilusão... e nem tanto no fundo... ão era nada daquilo que você queria, temia, sentia, acreditava, sonhava, esperava, desejava...

É medo de olhar para trás e perceber e entender que todos os seus piores momentos foram as melhores oportunidades de se livrar desses pensamentos, e tão pior quanto: você não se deu conta disso... e realmente passou... você não aproveitou nenhum segundo valioso para transformar sua vida.

Sem máquinas do tempo... Efeito Borboleta é prova... mudar o passado, faz com que você deixe de ser quem você é hoje... É LÓGICO... mas transfira isso para o amor da sua vida. Pense que se você mudar qualquer ação do outro/outra no passado, estará modificando a pessoa que você ama no presente... E ele/ela é exatamente o que é na sua vida hoje, por causa desse passado intocável ( não irretocável)...

Bela surtada essa hein... Será que ficou claro? É porque o desenho é tão nítido dentro da minha cuca..

5 E o que você sabe?:

Sandrinha disse...

Eu tenho um medo absurdo de morrer. Fico imaginando como seria, tenho uns relances e logo mudo de idéia.

Tenho medo de não ter amigos ou de perder os poucos que eu já tenho.

Tenho medo de um dia chegar em casa e não ver minha mãe, meu irmão ou minha avó. Tenho medo de descobrir várias coisas sobre mim.

Sobre o Efeito Borboleta... tenho um medo terrível de. Mas eu já disse um dia para alguém (não importa quem) que, se fosse para voltar um dia no passado, salvar ou reviver tudo aquilo que eu vivi... Eu voltaria.

Mas não sei, hoje não sei, se eu gostaria de realmente reviver tudo o que eu vivi. Tenho medo.

Só que do que mais tenho medo é de continuar exatamente do jeito que eu sempre estive... Conversa para um outro dia, em um outro lugar.

Beijos e se cuida.

Anônimo disse...

De uma maneira ou de outra, todos os medos que sentimos, do medo do escuro ao medo de morrer, podem-se reduzir a um só medo, o "medo do perigo que não sabemos evitar": sentimos medo (consciente ou inconscientemente) perante um perigo (real ou imaginário) que não podemos evitar (por ser desconhecido, imprevisível ou estar além da nossa capacidade de controlo).
Normalmente não se sente medo de algo que seja perfeitamente evitável (controlável: conhecido e previsível)... por muito perigoso que à partida seja.
Na realidade o medo aumenta com a intensidade do perigo e diminui com a nossa capacidade de o evitar. Ex.: Um ser humano que de Tenho medo de filme de terror. No entanto, se o armarem e lhe ensinarem a evitar esse
medo (o trancando em um quarto escuro) tão é claro que esse medo diminui bastante.Hehehehehe eitá maldade!

Mas você quem decide...

A) Ou colocamos os nossos medos de lado e enfrentamos os nossos problemas da melhor maneira que soubermos e pudermos antes que seja demasiado tarde, de forma a podermos tomar as rédeas da nossa vida, vivendo-a de verdade.

B)Ou mantemo-nos fieis aos nossos medos, evitamos os problemas até que eles venham ter connosco com uma força tal que já nada possamos fazer, tentando até ao último momento que alguém tome conta de nós, de forma a podermos continuar a viver a nossa vida sem termos que pensar.

Bjus sem medo!

LSD disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
LSD disse...

Foi clara sim, mas é assim mesmo, a escrita não é exata, não consegue acompanhar o pensamento, muito menos reproduzí-lo totalmente. Ontem eu estava pensando e discutindo com alguns colegas justamente essa questão.
Agora, medos todos tem, o que acredito ser importantíssimo para nossa sobrevivência.
Bjus

~*Butter.Fly disse...

Brigadinha pelo comment lá no meu blog ^^

lindo o seu.

:)

=**